Tamanho da fonte »

Assessoria de Imprensa


Media Training

Como a Assessoria de Imprensa seleciona as pautas
As pautas devem ser de interesse acadêmico de um modo geral e da Instituição de forma específica, sempre relacionadas a ensino, educação, cultura, formação e vida acadêmica.
A geração das pautas ocorre por:
> busca de informação por parte da Assessoria de Imprensa;
> proposta de divulgação por parte das coordenações dos cursos, sob orientação da Coordenadoria de Graduação, e outros setores, sob orientação da Direção Geral.
Toda informação deve ser enviada para o e-mail da Assessoria de Imprensa - imprensa@metodistadosul.br

O que a Assessoria de Imprensa precisa saber
Devem ser respondidas as questões básicas do jornalismo:
> o quê? onde?
> quem? como?
> quando? por quê?
> fontes de informação (telefones, ramais, e-mails, nomes completos e cargos).
A Assessoria de Imprensa precisa de todas as informações sobre o assunto para poder selecionar o enfoque. Quanto mais detalhadas as informações, mais qualificada será a matéria jornalística.

Aproveitamento das pautas sugeridas
Fica condicionado à prioridade da divulgação e à capacidade contributiva da informação, considerando-se uma avaliação coerente envolvendo a parte solicitante, a direção da instituição e a Assessoria de Imprensa.
Também depende desses fatores a informação ganhar destaque no portal e/ou gerar release para imprensa externa.

Obs: matérias prontas podem ser enviadas à Assessoria de Imprensa, desde que sujeitas à avaliação de conteúdo e revisão gramatical.

Algumas noções importantes sobre o relacionamento com a imprensa externa
Espaço jornalístico solicitado para release, reportagem ou entrevista não é pago, estando a concessão sob os critérios da editoria do veículo.
A Assessoria de Imprensa não tem como interferir no texto que será publicado na imprensa, podendo haver resumo ou redução de conteúdo conforme os critéiros da editoria e supressão de termos ou citações contrários aos princípios dos veículos.
Pode ocorrer de o veículo não citar o nome das instituições, sendo isso um direito que o assiste.

Dicas de relacionamento
1. Em casos de entrevistas, prepare-se previamente com todas as informações sobre o assunto. A assessoria pode apoiar na organização desse material.

2. Informe-se sobre dados oficiais da instituição: nome, mantenedora, data de fundação, número de alunos(as), cursos oferecidos, início das aulas, formas de avaliação, nome do reitor, localização, unidades, currículo dos cursos, entre outras. A Assessoria de Imprensa pode auxiliar na busca dessas informações.

3. Considere sempre o interesse público.

4. Parta do princípio de que a imprensa deve ser sempre atendida. Encare todas as solicitações de entrevista como situações das quais se pode tirar proveito.

5. Seja pontual.

6. Seja fonte, mais que objeto da notícia.

7. Diga a verdade ou não fale.

8. Saiba com quem você está falando (conheça o perfil dos veículos).

9. Assegure-se de ter entendido bem a pergunta antes de respondê-la.

10. Dê respostas curtas e objetivas.

11. Fale com simplicidade. Evite expressões técnicas. Quando necessário, explique-as.

12. Não fale mais do que foi perguntado.

13. Destaque os pontos fundamentais do assunto abordado na entrevista e chame a atenção do(a) jornalista para eles.

14. Não faça considerações generalizantes, que englobem toda uma categoria ou classe.

15. Demonstre segurança sobre o assunto que você está abordando.

16. Não peça ao(à) repórter para repetir o que você disse.

17. Evite começar respostas dando a entender que a pergunta é óbvia ou repetitiva.

18. Procure olhar para o(a) repórter. Converse com ele(ela).

19. Sempre que possível, cite o nome da Instituição, com naturalidade.

20. Vista-se com sobriedade e adequação para a função que você exerce. Se puder, utilize crachá ou roupa com a marca da instituição.

21. Não pegue o microfone da mão do(a) repórter.

Atendendo a imprensa em situações de crise
1. Todos os contatos com a imprensa e fornecimento de informações devem ser orientados e/ou intermediados pela Assessoria de Imprensa.

2. Caso o contato ocorra diretamente com a fonte, a mesma deve comunicar a Assessoria de Imprensa e solicitar orientações sobre como proceder.

3. Informações erradas ou incompletas podem repercutir negativamente e trazer prejuízos para a Instituição.

Falando ao microfone no rádio ou na televisão

1. No rádio um dos principais truques é enfatizar pela redundância.

2. Não aumente o volume da voz para falar ao microfone.

3. Em casos de entrevista para televisão no local de trabalho, a escolha do ambiente é fundamental. Atente para limpeza e organização. A Assessoria de Imprensa pode auxiliar nesses encaminhamentos.

4. As respostas devem ser diretas e curtas. Porém, evite decorá-las. Elas devem ser dadas com naturalidade.

5. A comunicação na televisão é de corpo inteiro. É fundamental que os gestos e as expressões não desmintam o que a voz está dizendo. Evite gesticular em excesso ou com movimentos amplos.

6. A roupa também é importante em entrevista para televisão:
     - quanto às cores, as escuras como o preto, o azul-marinho e o cinza são as mais indicadas. O marrom transmite sensação de abatimento. A tonalidade clara rouba mais luz e aumenta as marcas no rosto de quem fala. O azul-royal e o cobalto são proibidos, por serem do mesmo tom do cromakey (fundo colorido dos estúdios de televisão).
     - não use listras e estampas, pois prejudicam a nitidez da imagem. Opte por roupas lisas e de cor firme.
     - evite acessórios exagerados e barulhentos.
 

Assessoria de Imprensa

imprensa@metodistadosul.edu.br

Fones: 51 -3316-1100/ 51-8401-5865
 

Publicada em 09/05/2013 às 07:45:35

Estrutura Organizacional ¬



Expediente :: Contatos :: Trabalhe Conosco :: Publicidade no portal