Setor de Bolsas

FIES

O FIES (Financiamento Estudantil do Ensino Superior) é um programa de financiamento do Ensino Superior destinado a estudantes
regularmente matriculados em Instituições não gratuitas, devidamente cadastradas no
programa e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC, que não tenham
condições de arcar com os custos de sua graduação.
Criado pelo MEC em 1999, em substituição ao Programa de Crédito Educativo –
PCE/CREDUC, o FIES trouxe mais transparência, modernidade e melhores condições de
financiamento aos beneficiários, já tendo proporcionado a mais de 180 mil jovens a
manutenção de seus estudos.
2. Por que participar do FIES?
A educação no Brasil tem, cada vez mais, apresentado índices positivos, com incrementos
importantes nas matrículas nos Ensinos Fundamental e Médio.
O evidente reflexo dessa evolução é o aumento, cada vez maior, da procura dos brasileiros
por maior qualificação profissional. O Ensino Superior, de 1997 a 2000 – o período de
maior crescimento, com uma taxa média de expansão de 11% ao ano – incorporou um
milhão de novos estudantes nos cursos de graduação.
Entretanto, é justamente nesse nível que o setor privado tem uma participação expressiva,
respondendo por 67% das matrículas – ao contrário do que ocorre na educação básica, em
que a rede pública é majoritária.
Nesse panorama, destaca-se a importância do FIES como mecanismo viabilizador da
universalização do acesso ao Ensino Superior, financiando atualmente cerca de 8% do total
de estudantes matriculados em Instituições privadas.
Além disso, fornecendo aos universitários com condição econômico-financeira insuficiente
para arcar com custos de sua educação os meios necessários à conclusão de seu curso, o
FIES também apoia as Instituições de Ensino Superior (IES), que passam a ter garantido o
recebimento da parcela financiada pelo Programa.

 

Expediente :: Contatos :: Seleção de Pessoal :: Publicidade no portal